segunda-feira, 30 de maio de 2011

Olá...

Estou aqui e gostaria de contar para vocês um pouquinho da minha história.
Tenho 22 anos, sou casada há quase 2, e meu sonho, igual ao de quase toda mulher, é ser mãe.
No começo do ano tive uma noticia maravilhosa... Estava Grávida.
Foi a maior emoção da minha vida, não me aguentava de tanta felicidade. Parecia a dona do mundo, afinal tinha um tesouro dentro de mim...
E assim chegou o dia tão esperado, meu primeiro ultrasson!!!
Não agentava mais esperar para ver meu filho..
Cheguei na sala de ultrassom, me preparei e ela começou a fazer o exame, quando de repente ela fala para mim: Seu bebe já nao tem mais batimento, ele esta morto.
Meu mundo desabou naquele momento.
Não tive nenhuma reação, não fiz nada, não falei nada.
No mesmo silencio levantei, sai de lá.
Naquele momento a unica coisa que eu queria era desaparecer, morrer.
Meu filho, tão desejado e amado, tinha partido sem ao menos eu poder olhar em seus olhos e dizer o quanto eu o amava, e o amo.
É uma dor muito grande, que só quem passa sabe!
A unica coisa que me consola, é ter certeza de que ele esta bem, e que descança em paz nos braços de nosso salvador Jesus cristo, e que nada de mal e ruim ira acontecer com ele.
Guilherme, esteja onde estiver, você é a coisa mais importate da minha vida. EU TE AMO COM TODA MINHA FORÇA E MEU CORAÇÃO.

Um comentário:

  1. boa noite , estou enviando esse blog pra vc , tem muita coisa bonita lá , vc vai gostar de uma olhadinha e me diga depois ta bj fica com papai do céu


    http://perdimeubebe.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Aline também é cultura!!!

Alem de chorar pelo meu filho, tambem sei fazer bastante coisinhas, que gostari de compartilher com vocês. Espero que gostem...

Sapatinho de croche

Sapatinho de croche
se alguem quiser receita é só falar que eu mando, tambem faço sob encomenda

Essa era pro Guilherme, mas...

Essa toalhinha tambem... Guilherme, te amo!

Esse é para Fazer mantinha de bebe. Ainda não estya pronta, mas assim que tiver, eu coloco a foto.

Essas são para mim, não foi eu que fiz, foi minha mãe.